Tribunal – Operação Puerto

tyler_hamiltonAlberto Contador não irá depor em tribunal depois de ter sido estrategicamente dispensado pelos advogados do seu antigo treinador, Manolo Sainz.

Se o Alberto Contador foi notado pela sua ausência na sessão de julgamento da Operação Puerto, já o corredor Norte Americano Tyler Hamilton, que participou por videoconferência, fez sensação , como é seu costume em questões relacionadas com doping.

Tyler Hamilton disse ter sido apresentado ao médico Eufemiano Fuentes, pelo ex-corredor Dinamarquês Bjarne Riis e atual diretor desportivo  da Equipa Saxo Tinkoff, onde alinha Alberto Contador.

Hamilton afirmou ainda ter pago entre 25 mil a 35 mil euros nos dois primeiros anos de colaboração com Eufemiano Fuentes. Tendo dito ainda , que no ano de 2004 terá desembolsado 50 mil euros, ano em que o médico tinha um frigorífico  sofisticado a que chamava “Sibéria”  e em que Tyler Hamilton foi “apanhado” num controlo anti-doping.

Foi também em 2004, que Tyler Hamilton disse ter apanhado um grande susto, com uma transfusão que correu mal e o deixou com a “urina negra”, tendo terminado aí o relacionamento.

O ex-corredor disse ainda ao tribunal que recebeu tratamentos de EPO, insulina, testosterona, hormona de crescimento e confirmou os nomes de Santi Péres, Óscar Sevilla e José Enrique Gutiérrez com clientes da rede.

Revelou ainda que uma das transfusões lhe foi efetuada pelo já falecido Alberto León (ex-corredor de BTT e que se suicidou em 2011).

Depoimento bastante importante num julgamento em ue está em causa a “saúde pública”.

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (1 vote cast)

Tribunal – Operação Puerto, 10.0 out of 10 based on 1 rating

Tags: , ,



Back to Top ↑

Katusha no World Tour 2013
UCI oficializa 19 formações no ProTour