Afinar mudanças na Bicicleta 2ª Fase

Existem no mercado dois tipos de desviadores traseiros:

- O normal – Desviador recolhido, neste caso começa-se a afinar a partir do carreto pequeno para cima;
– O invertido – Desviador com tensão na mola, inicia-se a afinação a partir do carreto maior para baixo;

 

 

O processo é o seguinte:

Fazemos a corrente passar por todos os carretos existentes e pelos pratos do centro pedaleiro, com o auxilio dos manípulos respectivos.

Desviador Normal:
– Se a corrente não subir (para os carretos com maior nº de dentes), temos que dar tensão ao cabo, para que a mesma suba e sem ruído;
– Se a corrente não descer (para carretos com menor nº de dentes), temos que retirar alguma tensão ao cabo;

Desviador Invertido:
– Neste caso o processo é o oposto, ou seja, se a corrente não desce tem de se dar tensão ao cabo.

No desviador da Frente:

- Se a corrente não passar com facilidade para o prato pedaleiro maior, é necessário dar tensão ao cabo;
– Se não baixar para o prato menor, temos de aliviar a tensão no cabo.

Mas se mesmo assim, a corrente não mudar com a facilidade exigida, resta-nos desapertar um pouco os limitadores, com pequenos ajustes, até que tudo fique devidamente afinado e sem ruídos.

 

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 10.0/10 (3 votes cast)

Afinar mudanças na Bicicleta 2ª Fase, 10.0 out of 10 based on 3 ratings

Tags: , , ,



Back to Top ↑

Afinar mudanças na Bicicleta 1ª Fase
Pressão dos Pneus